HIDROCARBONETOS


Abertura
Fonte de Energia
Origem
Acumulação
Pesquisa
Sondagem
Perfuração no mar
Produção
Refinação
Consumo

Os hidrocarbonetos naturais são compostos químicos constituídos por átomos de carbono ( C ) e de hidrogénio ( H ), aos quais se podem juntar átomos de oxigénio ( O ), azoto ( N ) e enxofre ( S ).
São conhecidos alguns milhares de hidrocarbonetos. As diferentes características físicas são uma consequência das diferentes composições moleculares. Contudo, todos os hidrocarbonetos apresentam uma propriedade comum: "ardem", isto é, oxidam-se facilmente libertando calor, são combustíveis.
Os hidrocarbonetos, em termos da química do carbono, são compostos cujas moléculas são constituídas exclusivamente por átomos de carbono e hidrogénio. Os milhares de hidrocarbonetos conhecidos diferenciam-se uns dos outros, pelas propriedades físicas e químicas que apresentam. Com o objectivo de facilitar o seu estudo, os hidrocarbonetos podem-se classificar da seguinte forma: I) Cadeia aberta (cadeia linear, caso do metano e pentano cujos modelos de moléculas estão representados na figura abaixo): 1) Alcanos - são hidrocarbonetos saturados só com ligações simples (exemplos: metano (CH4) e pentano (CH3-CH2-CH2-CH2-CH3), 2) Alcenos - são hidrocarbonetos não saturados que apresentam uma dupla ligação carbono-carbono (>C=C<) (exemplo: eteno CH2 = CH2), 3) Alcinos - são hidrocarbonetos não saturados que apresentam na sua molécula uma ligação tripla carbono-carbono (-CºC-); II) Cadeia fechada ou cíclicos (as ligações dos átomos de carbono formam anéis, caso do ciclopentano cujo modelo de moléculas está representado na figura abaixo): 1) Cicloalcanos - hidrocarbonetos com cadeia cíclica saturada, de fórmula geral CnH2n, com n>2, 2) Cicloalcenos - hidrocarbonetos com cadeia cíclica com uma ligação dupla, de fórmula geral CnH2n-2, com n>2, 3) Cicloalcinos - hidrocarbonetos com cadeia cíclica com uma ligação tripla, de fórmula geral CnH2n-4, com n>2. III) Aromáticos - estes hidrocarbonetos são compostos químicos baseados na molécula de benzeno C6H6, e apresentam cheiros característicos. A química dos compostos aromáticos é antes do mais a química do benzeno e seus derivados.

Os hidrocarbonetos com moléculas simples e leves ( metano, etano, propano, butano ), são gasosos às temperaturas e pressões normais; o metano, o mais simples de todos os hidrocarbonetos, só passa ao estado líquido à temperatura de -1600o C; o propano e o butano passam ao estado líquido ( liquefazem-se ) a temperaturas normais e a baixas pressões, deste modo, podem ser colocados dentro de botijas metálicas dando origem ao chamado "gás líquido" ( G.P.L. ).


Modelos de moléculas

Os outros hidrocarbonetos, na sua grande maioria, são líquidos nas condições naturais e as suas misturas em proporções variáveis constituem o petróleo. O petróleo é, por conseguinte, uma mistura complexa, composta principalmente por hidrocarbonetos parafínicos, cicloparafínicos ( nafténicos ) e aromáticos. Os hidrocarbonetos com moléculas mais pesadas e complexas, são sólidos. Segundo alguns autores o petróleo é um mineral, enquanto que outros o consideram uma rocha.

O petróleo constituído por mais de 50% de hidrocarbonetos saturados e mais de 40% de parafínicos é designado por petróleo parafínico. A este tipo pertence, por exemplo, o petróleo do Paleozóico dos Estados Unidos, do Cretácico do Gabão e do Congo, do Terciário da Libia...Os petróleos ricos em cicloparafinas designam-se por nafténicos, por exemplo, o do Mar do Norte...


Abertura
Fonte de Energia
Origem
Acumulação
Pesquisa
Sondagem
Perfuração no mar
Produção
Refinação
Consumo